Existem Alunos “Burros” parte 2

Imagem

Agora para os país, evitem que as baixas expetativas afetem o desempenho do seu filho.

Aqui vão alguma ideias:

1-Evite achar que o baixo rendimento do seu filho é normal .Não é porque ele teve mau desempenho anteriormente que ele tem de tirar, sempre notas baixas.

2-Não diga ao seu filho que  tem problemas em aprender e que não pode chegar mais longe, pois esta situação não pode ser utilizada como desculpa para se melhorar o rendimento.

3-Deixe sempre claro ao seu filho que você acredita nele e nas suas potencialidades, faça elogios como “sempre soube que ias conseguir”, “sei que vai conseguir”, “ é uma excelente nota estas de parabéns”

4- Não demonstre descrença ou surpresa quando o seu filho tira uma nota mais alta que o costume, elogie-o e faça-o sentir que afinal ele é capaz e que você até já sabia disso.

5-Demonstre sempre que você espera que ele atinga os objetivos e, demonstre segurança nas capacidades dele.

6-Por último seja um pouco exigente, ele tem é capaz de atingir os objetivos. Se a nota é baixa diga-lhe que espera mais dele e que ele é capaz.

Para um aluno com dificuldades o segredo é transmitir confiança, é nisto que no Centro de apoio ao estudo e explicações Phonema situado em Albergaria-a-Velha trabalhamos, o nosso objetivo é que  cada um atinga os seus objetivos, saiba mais em http://www.phonema.com.pt ou no facebook.com/phonemaencantado

Profª. Elizabete Vidal Marques

Gestão dos conteúdos Dr. Rui Teixeira

Contatos Tlm 938810096

Anúncios

celebramos hoje o dia dos DIREITOS HUMANOS

 

 

Imagem

No centro de Explicações e apoio ao estudo Phonema em Albergaria-a-Velha,  a formação cívica é uma porte importante do nosso trabalho desenvolvemos a atividade de Filosofia para criança.

Neste centro de Explicações e apoio ao estudo o ensinamento de Filosofia para crianças tem entre outras valências a formação cívica, por isso também celebramos hoje o dia dos  DIREITOS HUMANOS, e divulgamos esta noticia:

A Amnistia Internacional Portugal presta tributo a um dos mais visionários líderes em todo o mundo na luta pela defesa e promoção dos direitos humanos: Nelson Mandela.

A sua dignidade face às pressões, a coragem e integridade, e o seu compromisso firme em sanar e com o perdão em vez de com a vingança e o ódio, foram extraordinários.

“Era notável como nos sentíamos na presença de alguém excecional”, frisa Louis Blom-Cooper, o qual esteve envolvido na fundação da Amnistia Internacional no início da década de 1960 e presenciou o longo julgamento de Mandela e de outros líderes do movimento anti-apartheid acusados de traição, em 1961. “Estar frente a ele, ouvi-lo, sentia-se com toda a clareza que estávamos perante alguém notável que um dia se tornaria num muito importante cidadão da África do Sul”, recorda.

Nelson Mandela tinha “uma expressão muito atrativa e quando falava connosco fazia-nos sentir que a pessoa mais importante naquele momento éramos nós, e não ele”, aponta ainda Blom-Cooper.

“Como um líder mundial que sempre se recusou a aceitar a injustiça, com a sua coragem, Nelson Mandela ajudou a mudar o mundo. A sua morte deixa um vazio imenso, não só na África do Sul mas no mundo inteiro”, sublinha o secretário-geral da Amnistia Internacional, Salil Shetty. “O empenho de Nelson Mandela na defesa dos direitos humanos tem a sua suma na determinação inabalável com que lutou contra as desigualdades raciais durante o regime de apartheid, a que se seguiu o trabalho crucial que fez no combate à VIH/Sida na África do sul. O seu legado por toda a África, e por todo o mundo, perdurará por muitas gerações”, junta Salil Shetty.
In Amnistia Internacional  Portugal

 

Direitos Humanos

Os direitos humanos são os direitos e liberdades básicos de todos os seres humanos. São1 : a) direitos civis e políticos (exemplos: direitos à vida, à propriedade, liberdades de pensamento, de expressão, de crença, igualdade formal, ou seja, de todos perante a lei, direitos à nacionalidade, de participar do governo do seu Estado, podendo votar e ser votado, entre outros, fundamentados no valor liberdade); b) direitos económicos, sociais e culturais (exemplos: direitos ao trabalho, à educação, à saúde, à previdência social, à moradia, à distribuição de renda, entre outros, fundamentados no valor igualdade de oportunidades); c) direitos difusos e coletivos (exemplos: direito à paz, direito ao progresso, autodeterminação dos povos, direito ambiental, direitos do consumidor, inclusão digital, entre outros, fundamentados no valor fraternidade).
In Wikipédia.

Texto Profª Elizabete Vidal

http://www.phonema.com.pt

Facebook.com/phonemaencantado

Blog-Http://phonemaencantado.wordpress.com/

twitter- https://twitter.com/PhonemaEncantad